terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

QUARESMA: TEMPO DE REFLEXÃO, ORAÇÃO E ARREPENDIMENTO

Querido irmão e irmã na fé, estamos entrando em mais um período de quaresma. Depois de Deus ter mostrado seu amor por nós no Natal, depois de Deus ter mostrado como Ele revela o Seu Filho a todo o mundo na Epifania, chegou a hora de Deus nos mostrar e nos relembrar de como o Filho Jesus chegou até à cruz do Calvário. Não existe no mundo nada parecido, nem mesmo que chegue perto daquilo que Jesus fez por nós, em nosso lugar. O Filho de Deus assumiu a forma de servo (Fp 2.7) para, deste modo, salvar os seus. Estes, somos nós, pecadores.

Precisamos aproveitar e valorizar esse período na medida que valorizamos a obra redentora de Cristo. Refletir, orar e estar em sincero arrependimento diante da cruz de Cristo é necessário, pois somente desta maneira poderemos entender o que Ele, o Rei da Glória, o Filho de Deus, está fazendo ali. Jesus está morto na cruz em nosso lugar, por amor. Deus nos amou em seu Filho Jesus Cristo, e não há amor maior do aquele que dá e entrega a própria vida pelos seus amigos (Jo 15.13).

A alegria da salvação é diferente da alegria do mundo (como o carnaval oferece, por exemplo). A alegria do cristão pela sua salvação é permanente, e só pode ser experimentada por aqueles que entregam e consagram a sua vida ao Senhor Jesus. A alegria e a paz que Jesus dá transborda os corações, até mesmo nos momentos mais difíceis de nossa vida, pois Cristo nos dá a água da Vida, água que mata, de verdade, nossa sede espiritual (Jo 4.14).

Que nessa quaresma possamos caminhar com Cristo até a cruz, refletindo em toda sua obra por nós. Afinal, Ele está calçando os nossos sapatos. Foi por você, foi por mim. Foi para todos!


Pastor Filipe Timm

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Instalação de diretorias 2017

Em culto realizado na noite do dia 04 de janeiro foram instaladas as diretorias dos Departamentos de Servas, Jovens, da Congregação além dos auxiliares para a Distribuição de Santa Ceia. 

A mensagem do culto deste dia, proferida pelo Pastor Filipe L. Timm, se referia as ferramentas certas para o trabalho, ou seja, que no trabalho do Senhor nós saibamos quais ferramentas usar baseadas na Palavra.

Que Deus abençoe o trabalho de todos.

Abaixo podemos conferir as fotos do culto.

Participantes do Culto
 
Instalação das Diretorias dos Departamentos de Servas, Jovens e Auxiliares de Santa Ceia

Instalação da Diretoria da CEL Cristo Vive
 

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Natal CEL Cristo Vive 2016




Eis um anjo proclamou o primeiro Natal, para pobres pastores num campo em Belém:

Seus rebanhos a guardar, ouvem voz celestial anunciando a mensagem que a graça contém.

Natal! Natal! Natal! Natal! Cristo nasceu nosso Rei divinal!   

Natal é tempo de reviver a graça o amor e paz que só Cristo pode nos dar. Por isso para celebrar o Natal deste ano, a CEL Cristo Vive apresentou no dia 24 uma peça teatral.  


A peça conta a historia de um homem de idade já avançada, que sabia exatamente quais presentes dar aos seus amigos e familiares, mas, mesmo com toda sua experiencia de vida, se tivesse que presentear o menino Jesus não saberia que presente poderia dar. Afinal, Jesus já tem tudo, não precisa de mais nada.


Após o auxilio de outras pessoas e uma profunda reflexão, ele pode concluir que para os seus ele pode dar presentes comprados em lojas, mas para Jesus, há somente um único e verdadeiro presente: o seu próprio coração.


No final da apresentação, a comunidade presente foi incentivada a simbolicamente levar o seu coração a manjedoura, presenteando com ele o nosso Salvador.

A celebração contou ainda com a presença das crianças que entoaram hinos de louvor.



Assim por mais um Natal, podemos refletir sobre o verdadeiro sentido desta data maravilhosa.





E com eles vamos nós, com sincero fervor, tributar homenagem a quem nos amou,

Adorar de coração o supremos Senhor que, morrendo na cruz, nossas almas salvou!

Natal! Natal! Natal! Natal! Cristo nasceu nosso Rei divinal!



quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Culto de Ação de Graças


Ocorreu neste domingo, dia 27 de novembro, o Culto de Ação de Graças da CEL Cristo Vive. Nosso Pastor Filipe Luxinger Timm nos conduziu a reflexão sobre Lucas 17, 11-19, lembrando que muitas são as bençãos de Deus já nesta vida, porém a maior de todas é o fato de que o nosso "nome está arrolado nos céus". 



O culto contou com a participação de dois grupos musicais, entoando hinos do Hinário Luterano e também canções do grupo de jovens.




Após o culto houve recepção no saguão da Congregação onde foi servido um almoço de confraternização.




A Congregação Evangélica Luterana Cristo Vive convida a todos para participar dos cultos e demais atividades segundo o calendário divulgado neste blog louvando o Senhor pelas maravilhas que Ele Faz. 

Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa. (Atos 16. 31)


domingo, 6 de novembro de 2016

A REPÚBLICA DE DEUS

   No mês de novembro temos dois feriados que podem nos ajudar a refletir. O primeiro feriado é o Dia de Finados, onde nos lembramos das pessoas que já se foram com a morte. O segundo está relacionado a uma transição política. No dia 15 de novembro de 1889 o Império do Brasil chegou ao fim com a Proclamação da República, criando-se a República Federativa do Brasil.
   Quando Jesus veio ao mundo, Ele veio proclamar um Reino que não é deste mundo, mas que pertence a Deus, o seu Pai. Este Reino está preparado para aqueles que confiam na misericórdia de Deus, que pela morte do Filho Jesus redimiu o mundo de seu pecado. Jesus veio proclamar que o fim não está na morte, e, sim, na vida. Por isso no dia de finados podemos nos lembrar da proclamação da salvação em Jesus Cristo, o Filho de Deus, que se fez homem para morrer no lugar do ser humano. Para os filhos de Deus o fim não está no túmulo, mas, sim, na ressurreição dos mortos. Esta é a nossa esperança.
   A república de Deus é uma habitação celestial, um novo céu e uma nova terra sem pecado, sem satanás e sem morte. Nessa habitação estaremos para sempre, em comunhão perfeita com Deus e com todos que lá se encontrarão. Porém, enquanto pecadores, e enquanto moradores desse mundo caído na morte, é importante seguir a recomendação de Jesus: “vigiai e orai” (Mt 26.41). 
   Deus nos convida para estarmos seguros em seus braços, nos alimentando da Sua Palavra e dos seus Sacramentos. Mesmo que a morte caia sobre nós, podemos ter a certeza que ainda não é o fim.
   Que o Espírito de Deus nos mantenha seguros e inabaláveis para seguirmos animados, tranquilos e alegres em direção ao céu.

Pastor Filipe Timm

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

REFORMA ESPIRITUAL

No mês da Reforma, iniciada por Lutero em 1517, é importante pararmos para lembrar de como Deus age sempre no momento certo, no lugar certo e por meio de pessoas que nem sempre parecem certas, não aos nossos olhos, muitas vezes. Quando olhamos para o jovem Lutero, vemos uma pessoa instável, aterrorizada pelo próprio pecado, numa “crise de identidade” que o levou até o mosteiro agostiniano da cidade de Erfurt, na Alemanha, numa tentativa de aplacar a ira de Deus por meio de sua penitência e boa obra.
Resultado de imagem para ROSA DE LUTEROSabemos que a reforma iniciou quando Lutero percebeu a vã tentativa de agradar a Deus por meio de coisas externas, isto é, fora da fé em Cristo. E como cada vez mais ele se aprofundava nos estudos da Sagrada Escritura, cada vez mais sua consciência se apegava naquilo que a Boa Nova do Evangelho lhe trazia: a verdadeira paz. A Reforma foi a tentativa de colocar a Palavra de Deus acima de tudo, pois somente por ela as pessoas poderiam conhecer a verdadeira fé, em Cristo, fé que salva.


Queridos irmãos e irmãs, o perdão dos pecados é o maior presente de Deus para as pessoas. É um presente porque Cristo nos oferece gratuitamente, por meio de toda sua obra por nós. Cristo assumiu nossa culpa e castigo, pois somente Ele, como Filho de Deus, poderia vencer o pecado e o poder de Satanás, detentor da morte. Podemos celebrar a Reforma por esse motivo, apegando-nos as bênçãos que Deus nos oferece por meio de Sua Palavra. A Reforma é mais que um evento da história. Antes de tudo, a reforma é espiritual, visto que crer em Cristo é reformar a vida completamente, a fim de que saibamos quem somos, de onde viemos e para onde vamos. Sigamos firmes olhando somente para Cristo, fonte de vida, Eterna. Amém.
Pastor Filipe Timm